Contagem regressiva

Tempo restante do último período de jornalismo:




Busca

QUEM?

Everaldo Vilela tem 25 anos e cursa o 8º período de jornalismo na PUC Minas. É Atleticano... [continua...]

Na maioria das vezes, bem humorado.

Lembre-se:
Quanto maior a dor maior o alívio.

Everaldo está no Orkut.

Tem fotos no flickr e também vídeos no youtube.

Contato: blog@everaldovilela.com

Lendo

Banalogias - Francisco Bosco

Cem Anos de Solidão - Gabriel García Márquez

Ensaio sobre a cegueira - José Saramago

ARQUIVO

Últimas postagens

Lá no futebol...

Novo Hino Nacional

Enquanto isso, num lugar chamado futebol...

RODA "VIVA"?

SERÁ?

AGAMENON 23/10

S I M !

REFERENDO

"Máfias"

Baboseira? (1)

Torcedor




101 JOGOS
49 VITÓRIAS
21 EMPATES
31 DERROTAS
Fez 185 gols e sofreu 128

Os números dos 100 jogos aqui e a lista dos confrontos aqui.

Último jogo: Galo 2 x 1 Náutico

Não deixe de ouvir

Cidadão Quem
Engenheiros do Hawaii
Os Paralamas do Sucesso
Pato Fu
Tianastácia

Não deixe de ver

Bafafa!
Blog prof. Caio Cesar
Blog do Tas
Charge OnLine
Cia Boa Notícia
Cocadaboa.Com
Comédia Stand-up
Como tudo funciona
Desencannes
Duke - chargista
Hipermeios
Le Troca
Michel Melamed
MP3tube
Música de bolso
Palavras Cruzadas
Stand-up Comedy Brasil



Clube Atlético Mineiro



Powered by Blogger



Template de Everaldo Vilela

Home • Lá no futebol... » • Novo Hino Nacional » • Enquanto isso, num lugar chamado futebol... » • RODA "VIVA"? » • SERÁ? » • AGAMENON 23/10 » • S I M ! » • REFERENDO » • "Máfias" » • Baboseira? (1) »

Ainda sobre o Galo...Três notícias publicadas na Folha de São Paulo desta terça-feira.
1. Promotoria mira relação de Atlético-MG com bancos
RODRIGO MATTOSENVIADO ESPECIAL A BELO HORIZONTE
Na rota da queda, clube pegou dinheiro de instituições do "valerioduto"
O Ministério Público Estadual de Minas Gerais investiga empréstimos dos bancos BMG e Rural para o Atlético-MG, de 1999 a 2005. As duas instituições bancárias foram utilizadas pelo publicitário Marcos Valério para distribuir dinheiro a políticos, especialmente do PT.O presidente do Atlético-MG, Ricardo Guimarães, também é dono e dirigente do BMG. Foi sob sua gestão que o clube caiu para a Série B do Brasileiro, no domingo.

Após denúncia do conselheiro do Atlético-MG, Manfredo Palhares, em agosto deste ano, os promotores Fernando Galvão e Eduardo Nepomuceno começaram a analisar os contratos de empréstimos firmados pelo dirigente e seus aliados a partir do final de 1998. A intenção é descobrir se o clube foi lesado.

De 2000 a 2004, a dívida do clube com bancos saltou de R$ 11,6 milhões para R$ 16,6 milhões. No total, os débitos por empréstimos são de R$ 50 milhões, um terço do total devido pelo clube.Os promotores suspeitam que o clube se tornou mais dependente de Guimarães, pois o seu banco emprestou dinheiro ao time.

O Ministério Público já tem 101 contratos de empréstimos feitos pelo clube com bancos desde 1998. Desse total, 81 foram feitos com o Rural e o BMG-73 com o primeiro e oito com o segundo.No ano em que começaram as operações financeiras, Guimarães era diretor financeiro do Atlético-MG. Estava subordinado ao presidente Nélio Brant, que, na época, era diretor do Rural.

A Folha obteve as cópias de 22 contratos entre o banco e o Atlético-MG em 1998 e 1999. No total, somam R$ 13,450 milhões.Os juros anuais cobrados giram entre 44% e 69%, em empréstimos de 20 dias a 270 dias. Essas taxas estão próximas das de mercado para aquele ano- que eram de 64,3%/ano, diz a Associação Brasileiro de Bancos (Febraban).

Do total emprestado, R$ 3,3 milhões não apresentam carimbo de quitação. Sem pagamento no prazo, havia previsão de acréscimo de 30% ao total.

Pelo Atlético-MG, Guimarães assina dez dos 22 contratos- também aparece como avalista desses empréstimos. Os outros são assinados por Nélio Brant.

Em 2000, o BMG firmou oito contratos de empréstimos com o Atlético-MG, em soma R$ 8,469 milhões.
O maior deles é de R$ 3,7 milhões, no qual incidem os juros mais elevados de 2,91% por mês.
Guimarães não assinou os contratos. Mas, em 2001, o dirigente assumiu a presidência do clube.
O Rural faz negócio com o Atlético-MG até hoje. Além dos bancos do "valerioduto", o Indusval (11 empréstimos), o Intermedium (7), o LS Momento Mercantil (1), o Bradesco (1) e o Mercantil (1) repassaram dinheiro ao clube.


2. Dirigente poderia controlar destino de atleta
DO ENVIADO A BELO HORIZONTE

Os empréstimos do Banco BMG para o Atlético-MG abriram a possibilidade de um dirigente do clube se tornar dono do "passe" de um dos jogadores, o que foi extinto pela legislação.Isso mostra como Ricardo Guimarães, presidente do clube e do banco, aumenta seu poder com as operações financeiras.

Em dois contratos do BMG com o time mineiro, em 2000, está previsto que o passe do atacante Guilherme seria a garantia para o caso de não haver pagamento.

Os contratos têm valores de R$ 3,7 milhões e R$ 1,2 milhões.

O Ministério Público Estadual ainda não descobriu se os oito empréstimos do BMG foram pagos pelo Atlético-MG. Portanto não há como ter certeza se Guimarães tornou-se dono de seu passe, o qual não gerou lucro.Outro empréstimo do banco para o clube, no valor de R$ 400 mil, tinha como garantia o valor pago pela Fiat pelo patrocínio da camisa. O que significa que Guimarães, por meio de seu banco, poderia receber o dinheiro do patrocinador da equipe. Há outras cinco negócios, em valores entre R$ 80 mil e R$ 650 mil. (RM)


3. Dirigente viaja e não é localizado para responder

DO ENVIADO A BELO HORIZONTE

A assessoria do Atlético-MG não encontrou o presidente do clube, Ricardo Guimarães, para comentar os empréstimos feitos pelo BMG e o Rural para o clube.

Segundo a assessoria, ele viajou na tarde de ontem e não pôde ser localizado.Pela manhã, o dirigente deu entrevista coletiva em que reafirmou que vai permanecer na presidência do clube até o fim de 2006. Ou seja, recuou na sua intenção de renunciar, divulgada no meio do ano. Prometeu uma reforma no futebol atleticano para jogar a Série B.

A Folha ainda tentou contato com o ex-presidente do clube Nélio Brant e o vice-presidente de Finanças, Renato Salvador. Nenhum dos dois, no entanto, foi encontrado. (RM)

O print das matérias no site da folha estão aqui.

  ::: Blogger Der comenta:
Este comentário foi removido pelo autor.
23/6/08 17:56

  ::: Blogger Borusso comenta:
printa as noticias por favor dos links da Folha e coloca pro pessoal.
pois nem todos sao assinantes.
[]s
23/6/08 18:07

Postar um comentário