Contagem regressiva

Tempo restante do último período de jornalismo:




Busca

QUEM?

Everaldo Vilela tem 25 anos e cursa o 8º período de jornalismo na PUC Minas. É Atleticano... [continua...]

Na maioria das vezes, bem humorado.

Lembre-se:
Quanto maior a dor maior o alívio.

Everaldo está no Orkut.

Tem fotos no flickr e também vídeos no youtube.

Contato: blog@everaldovilela.com

Lendo

Banalogias - Francisco Bosco

Cem Anos de Solidão - Gabriel García Márquez

Ensaio sobre a cegueira - José Saramago

ARQUIVO

Últimas postagens

Jabor - antes do jogo contra a França no Jornal da...

Rumo ao Hexa - agora, só em 2010!

Rumo ao Hexa - Imagem do dia

Rumo ao Hexa - Hermanos, hermanos...

Rumo ao Hexa - o maior artilheiro de todas as copa...

Página viagem...

TV Digital

[Rumo ao Hexa] - Rei não, Fenômeno!

Passatempo

Bussunda

Torcedor




101 JOGOS
49 VITÓRIAS
21 EMPATES
31 DERROTAS
Fez 185 gols e sofreu 128

Os números dos 100 jogos aqui e a lista dos confrontos aqui.

Último jogo: Galo 2 x 1 Náutico

Não deixe de ouvir

Cidadão Quem
Engenheiros do Hawaii
Os Paralamas do Sucesso
Pato Fu
Tianastácia

Não deixe de ver

Bafafa!
Blog prof. Caio Cesar
Blog do Tas
Charge OnLine
Cia Boa Notícia
Cocadaboa.Com
Comédia Stand-up
Como tudo funciona
Desencannes
Duke - chargista
Hipermeios
Le Troca
Michel Melamed
MP3tube
Música de bolso
Palavras Cruzadas
Stand-up Comedy Brasil



Clube Atlético Mineiro



Powered by Blogger



Template de Everaldo Vilela

Home • Jabor - antes do jogo contra a França no Jornal da... » • Rumo ao Hexa - agora, só em 2010! » • Rumo ao Hexa - Imagem do dia » • Rumo ao Hexa - Hermanos, hermanos... » • Rumo ao Hexa - o maior artilheiro de todas as copa... » • Página viagem... » • TV Digital » • [Rumo ao Hexa] - Rei não, Fenômeno! » • Passatempo » • Bussunda »

Coluna de Agamenon hoje no jornal O Globo.
[link]


"Arrá, urrú! Parreirá on a mangé ton cou!

Eu queria voltar logo, mas o meu editor me mandou ficar até a final da Copa porque ele a Isaura, a minha patroa, ainda estão nas semifinais

Cafu deu! O Brasil seleção perdeu para a França e está fora da Copa. Mas isso não é o fim do mundo: é muito pior! Até que a nossa seleção começou bem: entrou em campo pela porta certa, cada jogador com uma criança pela mão, cantaram afinados o Hino Nacional e já começaram na ofensiva ganhando no par ou ímpar. Foi emocionante quando o gerontolateral Cafu disse não ao racismo. Raça foi uma coisa que o time do Brasil não mostrou em campo.

Quando descobriu que o craque francês Zidane estava se despedindo do futebol, a seleção brasileira, sempre oportunista, resolveu se antecipar no lance, para se despedir antes do craque francês. O que nós vimos foi um espetáculo de metamorfose kafkiana: Kaká virou um cocô. O time francês veio reforçado com Thierry, Lacan, Rousseau, Voltaire, Jean Paul Sartre, Zidane de Beauvoir e o goleiro intelectual Roland Barthez.

Mas, justiça seja feita: a seleção brasileira até que não jogou mal. Para se apresentar mal, o Brasil tinha que ter jogado muito melhor. A derrota brasileira na verdade é reflexo da crise moral que vivemos no país. A Mensalão Brasileira de Futebol apresentou um futebol medíocre e que só deu para o gasto. O gasto público. A única vez que os jogadores brasileiros se apresentaram realmente bem foi no anúncio do Banco Santander. O Brasil jogou tão mal, mas tão mal que o melhor atacante foi o Lúcio. Mas tudo isso foi uma opção do genial e obtuso professor Parreirá, que insistiu no seu esquema tático: o esquema rosca.

Mas a verdade é que a derrota do Brasil é uma conspiração internacional das elites reacionárias neoliberais preconceituosas comandadas pela Nike, pela Adidas e pela Puma, que não aceitam um simples operário paraíba pernambucano e ignorante, amigo do Hugo Chavez, seja o presidente da República.

Agora só nos resta um consolo. Mas um consolo só não adianta nada: no time são onze, tem os reservas, sem contar a Cumichão Técnica. Envergonhados com o vexame que deram em Frankfurt, os jogadores do Brasil querem voltar ao Brasil pela Varig: assim, só vão chegar ao Brasil no mês que vem.

AGAMENON MENDES PEDREIRÁ c’est ci bon"